Boas práticas para manter os dados da sua empresa seguros

Boas práticas para manter os dados da sua empresa seguros

Atualmente, a segurança digital requer a atenção de todos os colaboradores de uma empresa. Infelizmente, a revolução digital aumentou em larga escala a exposição aos riscos de ataque e, por isso, nenhuma empresa está a salvo de um ataque cibernético que proporcione a perda de dados essenciais para o correto funcionamento do negócio. E desengane-se quem pensa que esta deve ser uma preocupação apenas das empresas grandes: todas as empresas correm riscos se não protegerem a sua informação. No artigo de hoje, selecionamos as melhores práticas para manter os dados da sua empresa seguros!

Utilize mascaramento de dados em todos os ambientes

Mascarar os dados tem o principal objetivo de proteger os dados confidenciais contra acessos não autorizados. Na prática, as ferramentas de mascaramento de dados criam uma versão semelhante aos dados originais em termos de estrutura mas sem revelar a sua verdadeira informação. Na realidade, o seu formato original mantêm-se inalterado mas os dados apresentados são fictícios. Os dados mascarados podem ser utilizados em ambientes de teste e em auditorias, não comprometendo o resultado da análise, mas garantindo sempre a confidencialidade da informação sensível. Numa época em que é cada vez mais importante proteger a informação confidencial, a utilização do mascaramento de dados tem aumentado significativamente. Com o mascaramento de dados poderá utilizar dados sensíveis em ambientes de teste e garantir que a informação confidencial se mantém inabalável. Esta informação mascarada poderá ser utilizada para efeitos de marketing e auditorias, bem como para análises de comportamento do consumidor e de tendências do mercado. O Datapeers é uma solução de mascaramento de dados cada vez mais necessária nas empresas contemporâneas.

Cuidado com as passwords

Uma forma simples de melhorar a segurança do seu negócio é não utilizar a mesma password para diferentes serviços. Aconselha-se a escolha de passwords fortes, com letras, números e sinais de pontuação. Deve também desativar-se o preenchimento automático para utilizadores e senhas e deve implementar-se uma política de troca de passwords a cada três meses.

Invista em ligações VPN

Uma rede VPN é uma rede privada virtual que transmite dados criptografados enquanto eles navegam de um ponto para outro no mundo Web. Conectar-se através da VPN faz com que o utilizador possa navegar em sites de forma segura e privada. As ligações VPN são cada vez mais utilizadas, pois permitem aceder remotamente a arquivos locais e é uma forma segura de navegar através de redes Wi-fi públicas. Este tipo de conexão tem vindo a ganhar cada vez mais importância devido ao aumento da mobilidade laboral. Hoje em dia, os colaboradores enviam e-mails e partilham ficheiros através de qualquer lugar, pelo que é essencial aplicar esta regra nas empresas, pois desta forma estará a proteger-se de eventuais ataques na rede.

Seja minimalista: armazene apenas os dados de que realmente necessita

Quantos mais dados tiver, maior será a probabilidade de os perder, certo? Muitas empresas armazenam todo o tipo de dados e depois acabam por não fazer nada com eles, colocando-se numa posição mais vulnerável, pois quanto mais dados existirem, mais caminhos existem para um eventual ataque. Assim, é muito importante que armazene apenas os dados de que realmente precisa. Isto aplica-se sobretudo a nível do marketing. Não vale a pena criar formulários com muitos campos, pois possivelmente não vai precisar de utilizar todos os dados que recolhe. Foque-se no essencial e guarde apenas os dados imprescindíveis para a sua atividade: por vezes, menos é mais!

Automatize o máximo de tarefas possível

Muitas tarefas na área das tecnologias da informação são bastante repetitivas, o que leva à desmotivação por parte dos recursos humanos e aumenta a probabilidade de haver falhas por parte destes. Automatizar os processos é uma forma de reduzir os custos de TI, visto que não é necessário destacar um colaborador para estar exclusivamente dedicado a tarefas monótonas. A automatização reduz o tempo que as tarefas levam a ser executadas e diminui a probabilidade de erro humano. Este é um dos cuidados de segurança mais eficazes que pode implementar.

Dica extra:

RAAS é um serviço de disaster recovery totalmente gerido por equipa especializada e dá-he a possibilidade de recuperar um servidor virtual em segundos, mesmo em caso de ataques mais extremos. Fale connosco e saiba mais sobre esta solução!

Sobre o autor

andreia.rocha administrator

Deixar uma resposta

3 + 2 =

error

Enjoy this blog? Please spread the word :)

  • RSS
  • Follow by Email
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn