Como é que o RGPD afeta a relação entre as empresas e os clientes?

Como é que o RGPD afeta a relação entre as empresas e os clientes?

O RGPD entrou em vigor em maio de 2018 e, após um conturbado período de adaptação, as empresas estão mais calmas e, aparentemente, mais preparadas para agirem em conformidade com a nova legislação. No entanto, existem ainda algumas dúvidas quanto às reais alterações que o RGPD irá trazer para as empresas. No artigo de hoje, explicamos como é que o RGPD afeta a relação entre as empresas e os clientes!

Todas as empresas estão abrangidas pelo RGPD

Não importa o tamanho da empresa nem a área de atividade. Todas as empresas que tratem dados pessoais para fins além da faturação (nomeadamente para fins de marketing) estão abrangidas pelo Regulamento Geral de Proteção de dados.

Dados pessoais: quais devem ser tratados ao abrigo do RGPD?

De acordo com a legislação, consideram‑se dados pessoais quaisquer informações relativas a uma pessoa individual identificada ou identificável através das mesmas (identificável «por referência a um número de identificação ou a um ou mais elementos específicos da sua identidade física, fisiológica, psíquica, económica, cultural ou social»). Todos os dados que tenham estas características devem ser mantidos de forma segura, para não haver risco de perdas ou fugas.

Política de privacidade adaptada

A política de privacidade dos dados deve ser atualizada de acordo com as novas exigências da legislação. Deve ser definida uma escala de classificação e de tratamento dos dados pessoais. O departamento jurídico da empresa deve estar envolvido neste processo e nesta política devem constar todas as informações relacionadas com o tratamento real dos dados, incluindo a sua finalidade. A política de privacidade deve estar num local acessível nos websites, para que os utilizadores a possam consultar.

Mudanças nas campanhas de e-mail marketing

Muito se tem falado sobre o fim das campanhas de e-mail marketing devido à legislação, mas apesar da nova lei alterar de uma forma bastante notória a atuação do e-mail marketing, continuará a ser possível comunicar através deste meio. Para isso, basta aplicar algumas medidas:

  • Fazer uma auditoria da base de dados atual: é importante saber onde é que os contactos da base de dados se encontram geograficamente e é necessário guardar provas de consentimento fornecidas pelos contactos.
  • Saber de onde veio o contacto: é necessário saber como é aquele contacto chegou até à empresa e é necessário saber se os dados se encontram atualizados.
  • Política de privacidade: é obrigatório ter uma política de privacidade que relate com detalhe a forma como os dados são recolhidos, como são tratados e com que finalidade são armazenados na base de dados da empresa.

O RGPD traz imensas mudanças para as empresas e é muito importante que estas se encontrem informadas sobre tudo o que vai mudar. Está em conformidade com o Novo Regulamento Geral de Proteção de Dados?

Sobre o autor

andreia.rocha administrator

Deixar uma resposta

one + 12 =

error

Enjoy this blog? Please spread the word :)

  • RSS
  • Follow by Email
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn