Arquivo do autor Marketing

RGPD vs LGPD: as semelhanças e as diferenças

É provável que já tenha ouvido falar de LGPD ou RGPD, e até conheça o objetivo principal do regulamento. No entanto, e apesar de terem o mesmo conceito base, têm também algumas diferenças que deve conhecer, sobretudo de estiver a operar simultaneamente nos mercados europeu e brasileiro.

Para o ajudar, esclarecemos de forma resumida as principais SEMELHANÇAS E DIFERENÇAS entre as duas normativas.

RGPD/GDPRLGPD
DESCRIÇÃORegulamento Geral de Proteção de DadosLei Geral de Proteção de Dados
DATA DE ENTRADA EM VIGOR25 de maio de 201820 de agosto de 2020
ONDEUnião Europeia (GDPR)Brasil
QUEM FISCALIZACNPD (Comissão Nacional de Proteção de Dados)ANPD (Autoridade Nacional de Proteção de Dados)
CONCEITOS PRINCIPAIS• Proteção dos dados Pessoais (nome, email…)
• Regulamenta os direitos dos consumidores e deveres das empresas quanto à recolha e processamento dos dados
• Determina o conceito de dado pessoal sensível
(igual ao RGPD/GDPR)
GARANTIAS PARA O UTILIZADOR• Mais Privacidade
• Controlo mais rigoroso sobre as suas informações pessoais
• Maior transparência
(igual ao RGPD/GDPR)
MEIOS DE SEGURANÇAOs dados têm de ser obrigatoriamente encriptados e mascarados em bases de dadosOrientação para que os dados se mantenham seguros (cada empresa é que define a forma de os proteger)
APLICAÇÃO INTERNACIONALEmpresas que recolham, armazenem e utilizem dados de cidadãos da EU têm de corresponder ao RGPD• Empresas que recolham, armazenem e utilizem dados de cidadãos brasileiros têm de corresponder ao LGPD
• Empresas no Brasil que tenham o seu negócio na EU tem de adotar os 2 padrões
PORTABILIDADE DOS DADOS• O titular tem direito a exigir que os seus dados sejam transferidos para outro prestador de serviço
• O titular tem de ser informado sobre todas as transições/portabilidades a que os seus dados estão sujeitos.
(igual ao RGPD/GDPR)
VAZAMENTO DE DADOS• Deve ser comunicado no prazo máximo de 72 horas após ser detetado
• O consumidor deve ser informado
• Deve ser comunicado logo após ser detetado
• O consumidor deve ser informado
CONSENTIMENTO PARA OBTENÇÃO DOS DADOS• Consentimento explícito
• Pode ter de demonstrar às autoridades como conseguiu permissão do titular
• Não é necessário o consentimento do titular
EXCEÇÕES• Execução de uma política pública prevista em lei
• Cumprimento de uma obrigação legal
• Realização de estudos através de órgãos de pesquisa
• Proteção ao crédito de um cidadão
• Preservação da vida e da integridade física de um cidadão
(igual ao RGPD/GDPR)

Com a utilização do DATAPEERS, estará a cumprir com a lei independentemente do país em que esteja sediada a sua empresa ou para que mercados possa eventualmente trabalhar. O DATAPEERS irá garantir o mascaramento de dados pessoais para que possa conceder acesso aos mesmos sem qualquer receio de violação de privacidade, dando assim cumprimento a um dos requisitos mais importantes comuns a ambas as leis.

DICAS PARA IMPLEMENTAÇÃO DE UMA SOLUÇÃO DE MASCARAMENTO DE DADOS

A segurança dos dados é um tema cada vez mais relevante no futuro das empresas, por isso é fundamental encontrar soluções que permitam evitar uma possível violação. Uma das formas mais eficientes de prevenir é garantir que os dados sensíveis são mascarados por meio de uma solução consistente, controlada e compatível com todo o sistema de informação da organização.

Ler mais

Big Data: Porque utilizar esta tecnologia

Sabe o que é o Big Data? E sabe de que forma esta tecnologia pode ajudar o seu negócio? Se a sua resposta é não, deverá continuar a ler este artigo.

Big Data Analytics é o processo de recolher, organizar e analisar grandes conjuntos de dados digitais por forma a descobrir padrões e informações úteis. O Big Data permite, através de algoritmos matemáticos, mostrar padrões, correlações, tendências e prever evoluções futuras. O cruzamento ou correlação destes dados pode auxiliar as empresas, seja qual for a sua dimensão, de forma a identificar os dados e padrões comportamentais mais relevantes para as decisões da organização.
Ler mais

Investimento em cibersegurança

investimento do mercado mundial em cibersegurança aumentou, sendo estimado que durante todo o ano de 2020, cresça até 5,6% segundo dados do estudo da CanalysO investimento deverá atingir os 43,1 mil milhões de dólares em serviços de segurança de redes, endpoints, web, e-mails, vulnerabilidades e análises de segurança.  

36% dos gastos correspondem à manutenção da segurança da rede. Este aumento generalizado foi consequência do aumento do trabalho remoto e da necessidade das empresas conseguirem manter-se competitivas. 
Ler mais

RGPD: Principais caraterísticas e como evitar multas.

Passados dois anos sobre a entrada em vigor do RGPD na União Europeia, recordamos aqui as suas principais características. 

O Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados (RGPD), Regulamento (UE) 2016/679 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 27 de abril de 2016, apresenta um conjunto único de regras relativas à proteção das pessoas singulares no que diz respeito ao tratamento de dados pessoais e à livre circulação desses dados. 

Ler mais

COMO AUMENTAR A SEGURANÇA DOS DADOS DA SUA EMPRESA

Ter uma tecnologia que permite às empresas lidar com a quantidade abismal de dados, que são criados diariamente, poderá trazer diversas vantagens. No artigo de hoje, apresentamos-lhe algumas formas para que os seus dados se mantenham intocáveis
Ler mais

Coronavírus e ataques informáticos: saiba como se proteger

Os hackers aproveitam os momentos mais frágeis para lançar golpes informáticos e roubar dados. As ameaças digitais têm sido imensas nas últimas semanas, pois os responsáveis por elas aproveitam-se da preocupação das pessoas relativamente ao novo coronavírus ou Covid-19. Existem muitas pessoas que procuram informações sobre a doença e os hackers aproveitam isso para enviar mensagens com notícias falsas. Desta forma, espalham uma série de malwares, criados com o objetivo de roubar informações, sejam elas corporativas ou pessoais. De seguida, deixamos 5 dicas para se proteger dos ataques informáticos nesta época!

Ler mais

Como proteger a informação da sua empresa em tempos de coronavírus?

O coronavírus começou a ser noticiado em finais de 2019. Já atingiu quase 200 países em todo o Mundo e tem feito vítimas mortais um pouco por toda a parte. Vivemos uma época de pandemia e não só a nossa saúde será afetada, como também a “saúde” das empresas se verá ameaçada. Uma grande parte das organizações tem adotado o teletrabalho como forma de proteger os seus colaboradores e impedir a disseminação da doença. Numa era em que todos temos que ser mais conscientes no que diz respeito à proteção, é essencial não descurar a segurança dos dados com os quais lidamos diariamente. No artigo de hoje, vamos perceber como podemos proteger a informação em tempos de coronavírus!

Ler mais

Saiba como aplicar os 3 pilares da segurança de informação na sua empresa

A segurança da informação refere-se à união das ferramentas, estratégias e políticas que garantem a proteção e a integridade da informação. Os pilares da segurança da informação sustentam a estrutura das soluções, métodos e ferramentas colocadas em prática para garantir que os dados se mantêm seguros e privados. Integridade, confidencialidade e disponibilidade são os pilares que alicerçam a segurança de qualquer empresa. Veremos, de seguida, como podemos aplicar cada um eles na sua empresa!

Ler mais

Como ultrapassar os desafios atuais da segurança da informação?

A era digital trouxe inúmeros desafios pela complexidade das relações em rede que os atuais sistemas de informação proporcionam. Os ambientes atuais de TI estão expostos a diversas vulnerabilidades, seja de comunicação, armazenamento ou erro humano. Hoje em dia, é essencial saber lidar com ataques informáticos e com eventuais exposição de dados. A segurança da informação enfrenta todos os dias desafios novos e inesperados. Como ultrapassá-los? É o que iremos descobrir neste artigo!

Ler mais